PROMOVER INVESTIMENTOS E EMPREENDEDORISMO RESPONSÁVEIS E SUSTENTÁVEIS, COM ESPECIAL FOCO NA AGRICULTURA BIOLÓGICA, NA AGROFLORESTA E NA PESCA, POTENCIALIZANDO O EMPREGO DIGNO E CADEIAS DE VALORES LOCAIS 

METAS

4.1. Até 2022, promover a economia verde, particularmente práticas de agricultura biológica, com foco no mercado interno

4.2. Até 2025, promover a economia azul, incluindo actividades económicas e desportivas

INDICADORES

4.1.1. Proporção da área de agricultura sob agricultura produtiva e sustentável

(indicador 3.1.1)

4.3. Até 2030, criar novos empregos, entre outros através de desenvolvimento de infraestrutura local (novo porto e infraestruturas verdes), indústria de exploração e empreendedorismo

4.3.1. Taxa de desemprego, por sexo, idade e pessoas com deficiências

4.3.2. Proporção de trabalho informal não relacionado à agricultura, por sexo

4.4. Até 2025, potencializar o crescimento económico local através de programas de incentivo de produção e comercialização de produtos locais, empreendedorismo e indústria verde

4.4.1. Taxa de crescimento anual do PIB real por pessoa empregada

4.a. Capacitação de trabalhadores e fiscais em práticas laborais responsáveis e sustentáveis, transformação de produtos para aumento do valor agregado (“Marca Príncipe”) e acesso ao mercado local

4.a.1. Número de actividades de capacitação realizadas

4.b. Sensibilização e capacitação da população a respeito de produção e consumo, e incentivos e responsabilidades, relativos aos productos produzidos localmente

4.b.1. Indicador de anomalias dos preços de alimentação

Projectos Prioritários para o Período 2020-2022

1. Criação de um gabinete de ajuda técnica e acompanhamento a agricultura, pecuária, pesca e capacitar e formar permanentemente técnicos e agentes jovens envolvidos no sector

2. Programa de incentivo ao aumento da produção e consumo de productos locais

3. Criação de condições para armazenamento e comercialização de productos locais (construção de novo mercado)

4. Criação de áreas protegidas e maior controle da exploração do mar e criação de melhores condições para os pescadores

Foto ©  HBD

Plano de Desenvolvimento Sustentável da Região Autônoma do Príncipe